Guia Básico Para Linux – Parte 2

Olá pessoal!

Hoje eu vou continuar a Parte 1 do tutorial de 7 partes sobre Linux. Na parte anterior eu prometi ensinar alguns passos de instalação que ficam em dúvida na cabeça do povo, como Particionamento, Senha de Root, Repositórios e GRUB

Antes de você instalar, leia este post. Recomendo imprimir, pois você não vai poder ver este tutorial rapidamente.

  1. Particionamento: Existe uma parte da instalação, geralmente depois da escolha de horário, que você pode particionar o seu disco rígido. Geralmente ele formata a partição onde está o Windows (geralmente /dev/sda1 ou /dev/hda1, às vezes a C:\). Nunca formate a partição onde está o Windows, se você for usá-la.
    Existem também os pontos de montagem, locais do sistema de arquivos do Linux. Você pode escolher durante a instalação:

    • / :Este é o ponto de montagem da raiz do sistema. É onde você tem todos os sistemas de arquivos.
    • /home: É onde ficam os diretórios do usuário. Similar ao diretório Usuários do Vista/7 ou Documents and Settings do XP
    • /usr: Onde ficam os serviços do Linux
    • /tmp: Arquivos temporários
    • Você também pode criar seus próprios pontos de montagem, como /windows/C ou /docs

    As partições, geralmente marcadas com /dev/sda1 ou /dev/hda1 tem a seguinte estrutura:

    Esquema de Partição do Linux

    Ou seja, /dev/sda1 é a partição número 1 do disco rígido SATA número 1, /dev/sda2 é a partição número 2 do disco rígido SATA número 1, /dev/sdb1 é a partição número 1 do disco rígido SATA número 2 e /dev/sdb2 é a partição número 2 do disco rígido SATA número 2. Não recomendo misturar SATA com IDE(ATA). Isso pode dar problema no mapeamento. No Windows, /dev/sda1 seria C:\, /dev/sda2 a D:\, /dev/sdb1 a E:\ e a /dev/sdb2 a F:\.
    Para melhor desempenho, sugiro criar a partição SWAP.

  2. Senha de root: A senha de root é uma senha administrativa para opções avançadas. Ela é geralmente definida depois da formatação. Use uma senha forte e nunca use a mesma senha de nada que tenha criado (como e-mail, usuários, etc.)
  3. Repositórios: Os repositórios são locais onde o Linux baixa programas que a distribuição testa. É recomendável escolher o repositório [ftp://br.(nomedadistro).org).
    Nota: Algumas instalações podem não dar esta opção
  4. GRUB: O GRUB é um gerenciador de inicialização do Projeto GNU. Ele carrega sistemas operacionais.
    Quando você instala o GRUB, ele pega uma lista de sistemas operacionais que existem no seu computador e coloca as opções de boot deles no arquivo menu.lst. Você pode instalá-lo, e, ao ligar o computador, você pode escolher qual sistema você quer iniciar. Ele é a última coisa que se pede na instalação.

E as outras partes são com você! Até a próxima parte, onde eu vou ensinar alguns gerenciadores de janelas e as suas prinicipais características. 🙂

Anúncios

Publicado em 01/08/2010, em Nível médio, tutoriais e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Andre K Photos

    Olá Arthur!
    Como gravar um CD ou DVD no Linux, qual o programa usar?
    Obrigado

  1. Pingback: Guia Básico para Linux – Parte 1 « Informação é aqui! Arthur Up

  2. Pingback: Guia Básico Para Linux – Parte 3 « Informação é aqui! Arthur Up

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: